quinta-feira, 14 de agosto de 2008

UMA GERAÇÃO ESCOLHIDA POR DEUS PARA FAZER A DIFERANÇA NOS ÚLTIMOS DIAS

Uma triste criança,
Geme e chora,
Sem uma gota de esperança,
Vê a vida ir embora.

Pessoas jogadas a rua,
Sem conhecer salvação,
A realidade está nua,
Mas Cristo ainda tem perdão.

Vidas vivem a chorar,
Sem motivos pra sorrir,
Onde está quem possa pregar?
E dizer que Cristo do vai vir.

Muitos estão morrendo,
Sem conhecer Jesus,
A humanidade escravizada está sendo,
Não conseguem ver a luz.

Ainda há esperança,
É preciso acordar,
Parar de ser criança,
Jesus breve vai voltar.

Este é o tempo,
De ensinarmos o amor,
Não deixar levar o vento,
O "ide" do Senhor.

Onde está os crentes?
A geração escolhida,
Para anunciar à todas as gentes,
"Deus pode mudar a sua vida".

É hora de fazer a diferença,
Nesses últimos dias,
O Senhor faz com que nós vença,
E restaura as alegrias.

Esta é a geração,
Queno céu vai morar,
Que de Cristo teve perdão,
E que não cansa de a verdade de anunciar.

Autor: Oziel Soares de Albuquerque

PARTIREI

Breve não estarei mais aqui.
Não mais chorarei, só irei sorrir.
Sim, partirei para o céu,
Pois Jesus vai vir buscar seu povo fiel.
Breve não estarei sobre a face da Terra.
Breve não serei mais esta pessoa que erra.
Partirei para um lugar
Onde não mais irei chorar.
Ali haverá somente alegrias.
Serei feliz todas as horas e todos os dias.
Serei alguém completo.
Não me faltará mais nada,
Andarei por um caminho reto.
Sim, partirei! Por que não?
Nada aqui preenche meu coração.
Só Jesus pode ele preencher.
Só Jesus me salva e salva você!
Partirei para um lugar sem igual.
Partirei para onde a paz é algo real.
Partirei para onde Cristo é o rei.
Partirei e não mais voltarei.
Ali, Cristo Jesus é o Senhor.
Ali só tem felicidade e amor.
Um amor que não irá acabar.
Sim, tudo isto quando Jesus voltar,
Quando ele vier buscar sua Igreja.
Louve sempre a Deus, pois ir para o céu a gente almeja.

Autor: Oziel Soares de Albuquerque

MISSIONÁRIOS DA ÚLTIMA HORA

Uma noite tive um sonho,
Vi um homem caminhar,
Sozinho, porém risonho,
Seguir pra algum lugar.

No sonho, ouvi alguém chorando,
E o homem ia naquela direção,
O choro sempre aumentando,
Partia-me o coração.

Para o homem, era difícil cada passo,
Mas ele não desistia,
Havia um ser que jogava laços,
Mas, o homem não o via.

E de repente, o homem foi ferido,
E um ser reluzente apareceu,
Disse: “Este é meu filho querido,
Ninguém toca um escolhido meu.”

Assustado acordei,
E passei a entender,
Por um momento eu chorei,
Pelo que tinha acabado de ver.

O homem, que caminhava,
Era missionário do Senhor,
As dificuldades enfrentava,
E assim o fazia com amor.

O choro era de alguém,
Que estava com a esperança destruída,
Mas solução Deus tem,
Para mudar qualquer vida.

E o diabo era o primeiro ser,
Que queria o missionário destruir,
Feriu-o e pensou que iria vencer,
Mas não ia conseguir.

Jeová Jirê, o Leão de Judá,
Apareceu, brilhando mais que luz,
Estava ali pra livrar,
O missionário que pregava o nome de JESUS.

Ele era um missionário da última hora,
Que levava a esperança,
E quando a igreja for daqui embora.
Com JESUS ele descansa.

Autor: Oziel Soares de Albuquerque
www.ozielpoeta.blogspot.com/

ABORTO, NÃO!

Deus nunca deixa
Um justo desamparado,
Porque matar uma vida
Que de gerar podia-se ter evitado.

Não ao aborto,
È dilacerar o projeto de Deus,
Se Cristo é o seguro porto
Que não abandona os filhos seus.

Aborto, não!
É matar um novo ser,
É destruir a criação,
Uma vida que viria nascer.

Aborto, jamais!
É o plano de Deus acabar,
É impedir aquilo que Ele faz,
É o agir de Cristo desprezar.

É triste saber que o aborto é realidade,
Pessoas matam vidas,
Não conhecem a verdade,
E são pelo diabo oprimidas.

Isto é pecado,
É obra do diabo,
É um caminho errado,
E nós temos abominado.

Está em nossas mãos,
Fazer a diferença,
Proclamar: aborto, não!
Não matar uma vida, um feto, a inocência.

Autor: Oziel Soares de Albuquerque
www.ozielpoeta.blogspot.com/